BRASIL , Sudeste , SAO PAULO , Mulher , de 20 a 25 anos , Portuguese , Spanish , Arte e cultura , Música , Livros
MSN -
escritoshumanos@hotmail.com

Meu Humor

Nome: Fê_Notável
Idade: 22 anos
Cidade: São Paulo / SP
E-Mail: escritoshumanos@hotmail.com
Web: www.algumasobservacoes.blogspot.com



.: Outros sites :.

- Algumas Observações - por Fê_Notável
- Á Flor da Pele
- Absurdos & Abstratos - por Bic Azul
- AP_Noturno
- Articulando a quarta internacional
- Backstreet Boys
- Biologa Poetisa
- Brincando com Palavras II
- Às vezes céu azul, às vezes tempestade
- Dicas de Vida
- Doces Poesias
- Em Branco e Preto
- Finzinho de Feira
- Flog do Brian
- Flog da Trinyt
- Gotas diárias de Sentimento
- Idéias Despedaçadas
- Kaworu Nagisa Unlimited
- Jardim de Letras
- Mensagem da Garrafa
- Metamorfose Pensante
- MI INTROSPECTIVA
- Murissokas
- New Literature
- O Quarto
- Obrinhas - Psicofilosofias da vida Cotidiana
- Olhando Pra Frente
- Olhe o Céu
- Palavras...
- Pão, Café e Tulipas
- Pensamentos no Ar
- Pileque de Palavras
- Plurisignificativo
- Quase Poema
- Segredos e Surpresas
- Simpatia e Esculacho
- Site dedicado ao Paul Hewson
- Sol a Sol
- Solta no Mundo
- Sonhos & Frustrações - Alimentos para Alma
- Sonhos e Amores
- Textos, Textículos, Poemas e Poesias
- Três Pontinhos
- Um Cara Estranho
- Vidas Ilustradas
- Vale da Solidão
- Vivo e Aprendo
- Vozes ao infinito
- Woodstock
- Blog do Karlos
- Sonetos.com.br
- Alma de Poesia
- Gritos Verticais
- (Marta) entre parênteses
- Trajedia
- Visite a Vontade
- Os Personagens
- Escrituns
- Blog da Devotchka
- Mais prosa do que verso!

01/12/2008 a 31/12/2008

01/11/2008 a 30/11/2008

01/10/2008 a 31/10/2008

01/09/2008 a 30/09/2008

01/08/2008 a 31/08/2008

01/07/2008 a 31/07/2008

01/06/2008 a 30/06/2008

01/05/2008 a 31/05/2008

01/04/2008 a 30/04/2008

01/03/2008 a 31/03/2008

01/02/2008 a 29/02/2008

01/01/2008 a 31/01/2008

01/12/2007 a 31/12/2007

01/11/2007 a 30/11/2007

01/10/2007 a 31/10/2007

01/09/2007 a 30/09/2007

01/08/2007 a 31/08/2007

01/07/2007 a 31/07/2007

01/06/2007 a 30/06/2007

01/05/2007 a 31/05/2007

01/04/2007 a 30/04/2007

01/03/2007 a 31/03/2007

01/02/2007 a 28/02/2007

01/01/2007 a 31/01/2007

01/12/2006 a 31/12/2006

01/11/2006 a 30/11/2006

01/10/2006 a 31/10/2006

01/09/2006 a 30/09/2006

01/08/2006 a 31/08/2006

01/07/2006 a 31/07/2006

01/06/2006 a 30/06/2006

01/05/2006 a 31/05/2006

01/04/2006 a 30/04/2006

01/03/2006 a 31/03/2006

01/02/2006 a 28/02/2006

01/01/2006 a 31/01/2006



.::Fê_Notável Recomenda::.

- 1000 imagens
- Casa das Rosas
- Câmara Brasileira dos Livros
- Consciência.net
- Diários de Viagem
- Domíno Público
- Leia Livro
- Luis Fernando Verissimo - Panorama Editorial
- Photografos
- Portal Literal
- Sonetos.com.br
- Verdes Trigos


.::Gostou?! Então Vote!!!::.

- Deixe a sua nota para o Escritos Humanos!!!!!!

Indique o Escritos Humanos a seus amigos!





.::Indicações e Premiações::.

Indicado por Júnior Creed

Indicado Por Sarah K. e Rafaela (Bióloga Poetisa)



.::Visitas::.


visitas

.::Zerado em 05 de novembro de 2006::.

.::No ar desde::.
Domingo - 15 de Janeiro de 2006 - às 21h12.

.::Créditos::.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Google Analytics

Créditos

Algo realmente verdadeiro...

Felicidade Realista

                (por Mário Quintana)

 

A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio. Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor,um pouco de fé e um pouco de criatividade. Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo,buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormentam e provocam inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

:: Postado por Fê_Notável às 16:43
::
:: Enviar esta mensagem

Algo sobre a saudade...

“Saudade,

Solidão de quem vive em um mar de nostalgias

Que passa pela dor de amar o ausente

Que sofre por sentir apenas presente

No coração o vazio, a desilusão do não...

De não poder ter, tocar ou sentir

Tudo aquilo que algum dia viu partir”.

                                                                       

(Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 19:09
::
:: Enviar esta mensagem

Sobre o Tempo...

“Tempo...

Inconstante quando desejamos...

Ora rápido, ora lento...

Ora esperançoso, ora tediante...

Realista ou contraditório

Dominando as nossas vidas,

Captando toda a informação ao nosso redor

Julgando exatamente tudo o que nos acontece

Fato que muitas vezes nos entristece.

 

Esperança...

Surge como uma agulha no palheiro

do celeiro em que nos encontramos.

Celeiro este,

cheio de impiedade, injustiça, corrupção...

Nossa verdadeira selva de pedras.

Esperança que salva...

...que, aliada ao amor, forma uma dupla imbatível!

Dupla que nos ajuda a aliviar o peso da pressão feita pelo TEMPO!!!!!”

                                                                                                (Fê_Notável)

 

:: Postado por Fê_Notável às 20:33
::
:: Enviar esta mensagem

Dedicado ao Larry Alexander I...

 

“Por que as pessoas tanto se preocupam

com coisas que não valem à pena?

Por que não valorizam o que há de melhor dos outros,

as amizades,

as esperanças,

os sonhos

e o amor?

 

Por que, enquanto sofro na minha solidão,

no emaranhado da saudade,

há pessoas que não se importam com o que chora?

 

Há momentos na vida, em que uma perda soa

Como uma turbina nos ouvidos do que sofre...

Como um vento furioso no rosto do passante,

como um punhal no coração de quem ama...

 

É triste estar sozinho,

mas é pior se sentir sozinho...

Pois para o estar tem jeito,

mas a solução do sentir é impiedosa.

Porém são de tentativas que se vive...

 

Se vive de SUPERAÇÃO“.  

                                  (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 08:58
::
:: Enviar esta mensagem

Para se pensar...

O QUASE

(por Sarah Westphal)

Ainda pior que a convicção do não é a incerteza do talvez, é a desilusão de um quase.
É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.
Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto.
A resposta eu sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados.
Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz.
A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai.
Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são.
Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.
O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.
Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.

:: Postado por Fê_Notável às 10:26
::
:: Enviar esta mensagem

Deslocar entre o silêncio...

“Deslocar entre o silêncio

palavras de dor.

Ouvir os ditos das pessoas.

Passar desapercebido.

Sofrer calado uma solidão entre todos,

Sofrer a dor entre o tudo e o nada.

Ir vivendo...

 

Após superar desafios.

Tentar e retentar a cada dia.

Identificando-se e amadurecendo

Batendo de frente com pensamentos alheios,

absorvendo coisas boas...

Deletando as ruins.

Ajudando e sendo ajudado,

aprendendo a cada dia,

ganhando assim sabedoria“.

(Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 10:43
::
:: Enviar esta mensagem

"OSCILAM os meus sentimentos
Seria isto egocentrismo do meu ser?
Não sei...
A verdade
é que não há verdade,
Apenas um abismo
entre a felicidade
e a angústia da minha existência".
                                   (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 12:57
::
:: Enviar esta mensagem

Feeling...

Feeling...

 

São sensações que governam nossa alma

Emoções que nascem do peito e que

Nos fazem ser o mais feliz dos homens, mesmo

Tendo o mundo conspirando contra os nossos ideais.

Impõe-se contra a razão, muitas vezes,

Mostrando-nos um mundo irreal

E fazendo-nos bons ou maus

Nos tornam mestres do mundo

Todos podem acreditar que isto seja um absurdo

O fato é que todos os sentem e sabem que existem

Sentimentos que nascem e nos dominam.

                      (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 20:12
::
:: Enviar esta mensagem