BRASIL , Sudeste , SAO PAULO , Mulher , de 20 a 25 anos , Portuguese , Spanish , Arte e cultura , Música , Livros
MSN -
escritoshumanos@hotmail.com

Meu Humor

Nome: Fê_Notável
Idade: 22 anos
Cidade: São Paulo / SP
E-Mail: escritoshumanos@hotmail.com
Web: www.algumasobservacoes.blogspot.com



.: Outros sites :.

- Algumas Observações - por Fê_Notável
- Á Flor da Pele
- Absurdos & Abstratos - por Bic Azul
- AP_Noturno
- Articulando a quarta internacional
- Backstreet Boys
- Biologa Poetisa
- Brincando com Palavras II
- Às vezes céu azul, às vezes tempestade
- Dicas de Vida
- Doces Poesias
- Em Branco e Preto
- Finzinho de Feira
- Flog do Brian
- Flog da Trinyt
- Gotas diárias de Sentimento
- Idéias Despedaçadas
- Kaworu Nagisa Unlimited
- Jardim de Letras
- Mensagem da Garrafa
- Metamorfose Pensante
- MI INTROSPECTIVA
- Murissokas
- New Literature
- O Quarto
- Obrinhas - Psicofilosofias da vida Cotidiana
- Olhando Pra Frente
- Olhe o Céu
- Palavras...
- Pão, Café e Tulipas
- Pensamentos no Ar
- Pileque de Palavras
- Plurisignificativo
- Quase Poema
- Segredos e Surpresas
- Simpatia e Esculacho
- Site dedicado ao Paul Hewson
- Sol a Sol
- Solta no Mundo
- Sonhos & Frustrações - Alimentos para Alma
- Sonhos e Amores
- Textos, Textículos, Poemas e Poesias
- Três Pontinhos
- Um Cara Estranho
- Vidas Ilustradas
- Vale da Solidão
- Vivo e Aprendo
- Vozes ao infinito
- Woodstock
- Blog do Karlos
- Sonetos.com.br
- Alma de Poesia
- Gritos Verticais
- (Marta) entre parênteses
- Trajedia
- Visite a Vontade
- Os Personagens
- Escrituns
- Blog da Devotchka
- Mais prosa do que verso!

01/12/2008 a 31/12/2008

01/11/2008 a 30/11/2008

01/10/2008 a 31/10/2008

01/09/2008 a 30/09/2008

01/08/2008 a 31/08/2008

01/07/2008 a 31/07/2008

01/06/2008 a 30/06/2008

01/05/2008 a 31/05/2008

01/04/2008 a 30/04/2008

01/03/2008 a 31/03/2008

01/02/2008 a 29/02/2008

01/01/2008 a 31/01/2008

01/12/2007 a 31/12/2007

01/11/2007 a 30/11/2007

01/10/2007 a 31/10/2007

01/09/2007 a 30/09/2007

01/08/2007 a 31/08/2007

01/07/2007 a 31/07/2007

01/06/2007 a 30/06/2007

01/05/2007 a 31/05/2007

01/04/2007 a 30/04/2007

01/03/2007 a 31/03/2007

01/02/2007 a 28/02/2007

01/01/2007 a 31/01/2007

01/12/2006 a 31/12/2006

01/11/2006 a 30/11/2006

01/10/2006 a 31/10/2006

01/09/2006 a 30/09/2006

01/08/2006 a 31/08/2006

01/07/2006 a 31/07/2006

01/06/2006 a 30/06/2006

01/05/2006 a 31/05/2006

01/04/2006 a 30/04/2006

01/03/2006 a 31/03/2006

01/02/2006 a 28/02/2006

01/01/2006 a 31/01/2006



.::Fê_Notável Recomenda::.

- 1000 imagens
- Casa das Rosas
- Câmara Brasileira dos Livros
- Consciência.net
- Diários de Viagem
- Domíno Público
- Leia Livro
- Luis Fernando Verissimo - Panorama Editorial
- Photografos
- Portal Literal
- Sonetos.com.br
- Verdes Trigos


.::Gostou?! Então Vote!!!::.

- Deixe a sua nota para o Escritos Humanos!!!!!!

Indique o Escritos Humanos a seus amigos!





.::Indicações e Premiações::.

Indicado por Júnior Creed

Indicado Por Sarah K. e Rafaela (Bióloga Poetisa)



.::Visitas::.


visitas

.::Zerado em 05 de novembro de 2006::.

.::No ar desde::.
Domingo - 15 de Janeiro de 2006 - às 21h12.

.::Créditos::.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Google Analytics

Créditos

Amplitudade, pensamentos, sentimentos...

Na amplitude noturna meus pensamentos vagam em busca de entendimento,

na busca incessante por entender este mundo que me cerca e as pessoas à minha volta.

Na imensidão do vasto dia, vivo a observar as pessoas e seus comportamentos amorosos e desumanos;

de passadas rápidas e sombrias ou calorosas, com seu raro: “Bom dia”.

E assim sigo vivendo, percebendo, acreditando e desacreditando na capacidade de um mundo melhor.

                                                                                       (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 18:20
::
:: Enviar esta mensagem

Endomingada

Endomingada - Cândido Portinari - Óleo sobre madeira, não datado, década de 40.

 

Ali está ela,

sentada em meio aos concretos urbanos.

Ali está ela,

com sua roupa de domingo,

feitas dos variados recortes coloridos,

de vários tipos de tecido...

Ali está ela,

magra e faminta...

Abandonada, amargurada, desamada, excluída

Com seu triste olhar, a olhar a multidão

Que passa fingindo que não a vê...

Ali está ela,

sentada em meio aos concretos...

E ali continuará a viver a triste Endomingada.

                                                              (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 18:21
::
:: Enviar esta mensagem

I'm not sleeping...

SONHOS perdidos na imensidão de um luar

Na noite estrelada vejo meu velho desejo espalhar-se junto ao som da multidão que canta felicidade, sem, se quer perceber, que alguém morre por dentro...

 

Sonhos são como amigos que crescem conosco

E que, quando morrem levam consigo, um pedaço de nós.

Um pedaço de mim morreu naquela noite.

Na mesma noite em que os privilegiados – sim, eles são deveras privilegiados – sorriam e cantavam.

Meu sonho se perdeu num mar de tristeza...

Tentava lembrar que, apesar de tudo, o dia estava lindo, mas minh’ alma perdia um pedaço de si naquela noite.

Tentei ser forte e não chorar, mas estava me partindo em duas:

a parte que ficou agoniza a parte que se foi...

Pensei que estava tendo vertigens, que tudo fosse um pesadelo,

mas não, eu não estava dormindo...

Oh, não... não...

                                                  (Fê_Notável)

 

:: Postado por Fê_Notável às 23:54
::
:: Enviar esta mensagem

Minha vontade, depois de saber que não vou ver o U2...

Heroína

(Renato Russo/Ércole Fortuna/Flavio Lemos/ Fê Lemos)

 

Eu não quero mais viver
Eu não quero mais viver
Eu não quero mais viver
Eu não quero mais viver
Eu quero ser um vegetal
Eu quero ser um vegetal
Eu quero ser um vegetal
Eu quero ser um vegetal
Nada
Não sinto nada
Não tenho nada
Não faço nada
Eu quero ser um vegetal
Cortar meus pulsos com uma gilete
Eu quero uma faca,

faca, faca, faca, faca
Tomar comprimidos pra dormir
E não acordar
Nada
Não vejo nada
Não ouço nada
Não espero nada
Eu não quero mais viver
Eu quero ser um vegetal
Nada
Não sinto nada
Não tenho nada
Não faço nada
Nada
Não quero nada
Não vejo nada
Nada
Não quero nada

:: Postado por Fê_Notável às 14:09
::
:: Enviar esta mensagem

Ah!!!!!... não é nada não...

Nada

 

Nada a fazer

Nada a dizer

Nada a beber

Nada a comer

Nada a sentir

Nada a definir

Nada a omitir

Nada a pensar

Nada a odiar

Nada a amar

Nada a desejar

Nada a ter esperança

Nada...

      (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 13:54
::
:: Enviar esta mensagem

Un pedazo del Chile...

XII

 

Yo soy el nuevo, el oscuro,

soy de nuevo el radiante:

he venido tal vez a relucir,

quiero el espacio ígneo

sin pasado, el destello,

la oceanía, la piedra y el

viento para tocar y ver, para

construir de nuevo,

para solicitar de rodillas

la castidad del sol,

para cavas con mis pobres

manos sagrientas el destino.

 

(La Isla – Pablo Neruda)

:: Postado por Fê_Notável às 19:14
::
:: Enviar esta mensagem

Um pequeno jgo de palavras:

Felicidade 

 

Felicidade

Feliz cidade

Feliz idade

Feliz identidade

Feliz mocidade

Feliz densidade

Feliz capacidade

Feliz humanidade

Feliz cidade

Felicidade!!!

         (Fê_Notável)

 

:: Postado por Fê_Notável às 07:49
::
:: Enviar esta mensagem

Algumas dúvidas...

“QUAL é o propósito da minha existência?

Por que certas coisas acontecem...

Por que não entendemos as causas da vida?

Qual é o caminho a seguir?

 

A vida muitas vezes nos deixa sem respostas.

A falta de contestação que nos corrói neste momento;

Que nos deixa confuso, muitas vezes fraco e indefeso

Pode demorar dias, meses e anos para se esclarecer

Ou, numa fração de segundos, dar a luz a um enigma de uma vida...

 

O por quê pode ser o começo de um problema

O meio de uma dor

Ou um fim trágico com uma desilusão;

Mas, para aquele que crê

o por quê pode ser apenas uma causa para ter esperança”.

(Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 21:39
::
:: Enviar esta mensagem