BRASIL , Sudeste , SAO PAULO , Mulher , de 20 a 25 anos , Portuguese , Spanish , Arte e cultura , Música , Livros
MSN -
escritoshumanos@hotmail.com

Meu Humor

Nome: Fê_Notável
Idade: 22 anos
Cidade: São Paulo / SP
E-Mail: escritoshumanos@hotmail.com
Web: www.algumasobservacoes.blogspot.com



.: Outros sites :.

- Algumas Observações - por Fê_Notável
- Á Flor da Pele
- Absurdos & Abstratos - por Bic Azul
- AP_Noturno
- Articulando a quarta internacional
- Backstreet Boys
- Biologa Poetisa
- Brincando com Palavras II
- Às vezes céu azul, às vezes tempestade
- Dicas de Vida
- Doces Poesias
- Em Branco e Preto
- Finzinho de Feira
- Flog do Brian
- Flog da Trinyt
- Gotas diárias de Sentimento
- Idéias Despedaçadas
- Kaworu Nagisa Unlimited
- Jardim de Letras
- Mensagem da Garrafa
- Metamorfose Pensante
- MI INTROSPECTIVA
- Murissokas
- New Literature
- O Quarto
- Obrinhas - Psicofilosofias da vida Cotidiana
- Olhando Pra Frente
- Olhe o Céu
- Palavras...
- Pão, Café e Tulipas
- Pensamentos no Ar
- Pileque de Palavras
- Plurisignificativo
- Quase Poema
- Segredos e Surpresas
- Simpatia e Esculacho
- Site dedicado ao Paul Hewson
- Sol a Sol
- Solta no Mundo
- Sonhos & Frustrações - Alimentos para Alma
- Sonhos e Amores
- Textos, Textículos, Poemas e Poesias
- Três Pontinhos
- Um Cara Estranho
- Vidas Ilustradas
- Vale da Solidão
- Vivo e Aprendo
- Vozes ao infinito
- Woodstock
- Blog do Karlos
- Sonetos.com.br
- Alma de Poesia
- Gritos Verticais
- (Marta) entre parênteses
- Trajedia
- Visite a Vontade
- Os Personagens
- Escrituns
- Blog da Devotchka
- Mais prosa do que verso!

01/12/2008 a 31/12/2008

01/11/2008 a 30/11/2008

01/10/2008 a 31/10/2008

01/09/2008 a 30/09/2008

01/08/2008 a 31/08/2008

01/07/2008 a 31/07/2008

01/06/2008 a 30/06/2008

01/05/2008 a 31/05/2008

01/04/2008 a 30/04/2008

01/03/2008 a 31/03/2008

01/02/2008 a 29/02/2008

01/01/2008 a 31/01/2008

01/12/2007 a 31/12/2007

01/11/2007 a 30/11/2007

01/10/2007 a 31/10/2007

01/09/2007 a 30/09/2007

01/08/2007 a 31/08/2007

01/07/2007 a 31/07/2007

01/06/2007 a 30/06/2007

01/05/2007 a 31/05/2007

01/04/2007 a 30/04/2007

01/03/2007 a 31/03/2007

01/02/2007 a 28/02/2007

01/01/2007 a 31/01/2007

01/12/2006 a 31/12/2006

01/11/2006 a 30/11/2006

01/10/2006 a 31/10/2006

01/09/2006 a 30/09/2006

01/08/2006 a 31/08/2006

01/07/2006 a 31/07/2006

01/06/2006 a 30/06/2006

01/05/2006 a 31/05/2006

01/04/2006 a 30/04/2006

01/03/2006 a 31/03/2006

01/02/2006 a 28/02/2006

01/01/2006 a 31/01/2006



.::Fê_Notável Recomenda::.

- 1000 imagens
- Casa das Rosas
- Câmara Brasileira dos Livros
- Consciência.net
- Diários de Viagem
- Domíno Público
- Leia Livro
- Luis Fernando Verissimo - Panorama Editorial
- Photografos
- Portal Literal
- Sonetos.com.br
- Verdes Trigos


.::Gostou?! Então Vote!!!::.

- Deixe a sua nota para o Escritos Humanos!!!!!!

Indique o Escritos Humanos a seus amigos!





.::Indicações e Premiações::.

Indicado por Júnior Creed

Indicado Por Sarah K. e Rafaela (Bióloga Poetisa)



.::Visitas::.


visitas

.::Zerado em 05 de novembro de 2006::.

.::No ar desde::.
Domingo - 15 de Janeiro de 2006 - às 21h12.

.::Créditos::.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Google Analytics

Créditos

*Sem título...*

Foto por: Miguel Costa.

 

Vejo a vida que foi vivida

Passando, virando

Indo, voltando e mirando

Para o que ainda está por vir...

 

E sigo

A lembrar tudo o que me acontece.

E a noite,

Quando escurece,

Fecho os olhos e me encontro a pensar

Em tudo o que se passou

E ainda está por passar...

 

E na alma,

No coração,

O recio do vazio

Causado pela ferida maciça da solidão!

:: Postado por Fê_Notável às 09:14
::
:: Enviar esta mensagem

Os Gatos

Nas ruas

Vejo gatos

Brancos, negros e malhados...

 

Gatos que sobem,

Que descem...

Gatos que se encolhem,

Que se estremecem...

 

Estão perdidos em suas vaidades

Para eles, estas são suas verdades.

Ah! Como queria ter esta liberdade!

                                                               (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 18:18
::
:: Enviar esta mensagem

Lição n°1...

“Amor é bicho instruído

 (Carlos Drummond de Andrade)

 

Amor é bicho instruído
Olha: o amor pulou o muro
o amor subiu na árvore
em tempo de se estrepar.
Pronto, o amor se estrepou.
Daqui estou vendo o sangue
que escorre do corpo andrógino.
Essa ferida, meu bem
às vezes não sara nunca
às vezes sara amanhã.

:: Postado por Fê_Notável às 12:46
::
:: Enviar esta mensagem

Perspectiva...

 

Vivendo nesta longa caminhada

Vou viajando nesta jangada.

Vou seguindo o meu caminho...

Sozinho...

 

Vejo pedras,

Vejo flores,

Amores e clamores.

Vejo espinhos...

                                (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 20:33
::
:: Enviar esta mensagem

Um pequeno chiste...

Amor

Calor

Fervor

Furor...

 

Carinho,

não me deixe aqui sozinho

Por favor!

             (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 17:19
::
:: Enviar esta mensagem

Algo que eu gostaria de ter escrito...

O Que Eu Também Não Entendo

(Composição: Jota Quest)

 

 

Essa não é mais uma carta de amor
São pensamentos soltos traduzidos em palavras
Pra que você possa entender
O que eu também não entendo

Amar não é ter que ter sempre certeza
É aceitar que ninguém é perfeito pra ninguém
É poder ser você mesmo e não precisar fingir
É tentar esquecer e não conseguir fugir, fugir

Já pensei em te deixar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém é por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito mas com você eu posso ser
Até eu mesmo que você vai entender

Posso brincar de descobrir desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos e até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você eu tô tranquilo, tranquilo...

Agora o que vamos fazer, eu também não sei
Afinal, será que amar é mesmo tudo?
Se isso não é amor, o que mais pode ser?
Estou aprendendo também...

:: Postado por Fê_Notável às 08:42
::
:: Enviar esta mensagem

No fim o que sobra é a persistência da memória.

“A Persistência da Memória”, de Salvador Dali

 

Eis que chega o fim,

E o que sobra é o vazio.

O que vai acontecer daqui pra frente?

Como tudo vai ficar dentro de mim?

 

A suavidade do inesperado

Que está a bater no coração cansado

Aflige quem a sente

E quem prossegue no presente

Em busca do futuro no passado.

                                                   (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 08:45
::
:: Enviar esta mensagem

Além das fronteiras...

 

Além das fronteiras e

Muito longe da razão

Imagino um mundo em que nada falta,

E onde todos são felizes.

 

Será que este lugar existe?!

Ou seria apenas ilusão?!

Será que ele existe?!

Ou é apenas criação?!

 

Além das fronteiras imagino

Um lugar onde todos são iguais,

Onde os amigos são leais,

Onde não há corrupção,

Apenas excelentes cidadãos...

 

Será que este lugar existe?!

Ou seria apenas ilusão?!

Será que ele existe?!

Ou é somente imaginação?!

 

Além das fronteiras imagino

Um lugar cheio de amor

Sem preconceito, sem rancor...

 

Será que este lugar existe?!

Ou ficará apenas na imaginação?!

 

Além das fronteiras imagino...

                                          (Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 20:29
::
:: Enviar esta mensagem

Sob o luar...

 

Saí para caminhar

Numa noite amena

Quando vi bela e serena

A lua brilhar.

 

E olhando o seu encanto

Seduzi-me com sua imagem,

Contive o meu pranto;

Parecia uma miragem.

 

Pensamentos vagaram em minha mente

Quando a caminhar na rua,

Pude mirar a majestosa lua.

(Fê_Notável)

:: Postado por Fê_Notável às 12:32
::
:: Enviar esta mensagem